quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Internet na sala de aula

A partir do texto "Internet na escola fundamental..." responda:


Quais as modalidades de navegação encontradas na escola por Santos?
Comente cada uma delas.

8 comentários:

Marivalda disse...

Santos encontrou quatro modalidades: "aleatória e linear"; "pesquisa orientada e problematizada"; uso da "pedagogia de projetos"; "abordagens e construção de hipertextos".
O que impera na sala de aula, segundo Santos, é a modalidade aleatória e linear, pois os professores ainda utilizam formas tradicionais de ensino que dificulta o emprego de novas concepções e práticas pedagógicas de que o uso da tecnologia exige.

Kelly Russo disse...

Valeu, Marivalda! Para os próximos que comentarem, lanço outra pergunta: qual a diferença entre "pesquisa orientada e problematizada" e a "pesquisa aleatória e linear"?

Vênus disse...

Em ambos os casos, a internet é vista como uma espécie de "livro eletrônico", como afirma o próprio autor do artigo. Entretanto, no método aleatório e linear, a situação se agrava, na medida em que professores tratam apenas de pedir que sejam feitas pesquisas acerca de temas diversos, sem que sejam elaborados planejamentos ou pesquisas prévias sobre os temas escolhidos, deixando aos alunos apenas a função de "copiar, colar e imprimir", o que definitivamente não traz nada de positivo para o desenvolvimento cognitivo destes. No segundo caso, da pesquisa orientada e problematizada, os professores ainda realizam estudos, selecionando e indicando sites de pesquisa, elaborando temas, entrelaçando-os e problematizando-os, com o objetivo de desenvolver e estimular o raciocínio em sala de aula.

Regina de Deus disse...

O professor que orienta e problematiza a pesquisa em sala de aula, mostra que se preocupa com o conteúdo apreendido pelos seus alunos. É comprometido com a causa, é o oposto daquele que prescreve uma pesquisa linear, onde o aluno ficará preso à seu pedido, não podendo ser criativo enquanto pesquisador, ainda pior é a pesquisa aleatória, que o aluno se sente perdido sem a orientação de alguém mais experiente.

Kelly Russo disse...

Oi, Regina... Não sei, fico pensando: será que uma forma,e apenas uma, seria a "mais válida" ou teríamos momentos diferentes para o uso da Internet em nossas aulas? Acho que você tem razão: um professor capaz de problematizar demonstra maior domínio (e preocupação) sobre os rumos da discussão. Mas, em outro momento por exemplo, ele pode julgar o uso aleatório como uma boa estratégia para "iniciar" um debate, sensibilizar os alunos para um tema... Não sei, ao ler o texto, não percebi como formas excludentes, mas diferentes e até, em alguns momentos, complementares. O que vocês acham?

coisinhasdebebe disse...

Eu acredito q a forma aleatória seja uma boa maneira de o aluno contruir seus próprios conhecimentos utilizando a sua própria realidade e seu interesse e o professor tem q transformar isto em aprendizado e direcionar esta contrução de conhecimento em aprendizado, sem contar q com a a prof. já comentou q desta forma surgiria o debate penso q com o debate oportunizaríamos ao aluno pensar, racíocinar, refletir e adquirir uma independência de pensamento.

madfly disse...

Acho que uma modalidade não exclui a outra. Como dito antes, as modalidades podem e devem ser utilizadas de maneiras diferentes e em diferentes momentos.

Madfly disse...

Acho que uma modalidade não exclui a outra. Como dito antes, as modalidades podem e devem ser utilizadas de maneiras diferentes e em diferentes momentos.